Em português-brasileiro,

Democracia

significa

governo do demo.

.

Então, abusa, abraça o diabo

(benefício de ser assexuado),

e faz um grande país do teu gosto.

É estar na moda:

customizar

leis

a gosto do freguês

(e seus costumes).

.

Se se morre de fome básica,

o que esperar do ópio?

(agentenãoquersócomidaagentequercomidadiversãoearte)

Se gente morre, é o limite.

.

E lá vai futebol,

gangsterizando.

Se acha ruim, problema é teu, torcedor.

.

Nem falo em censura – os times não têm ouvido.

Não precisa de jagunço de espingarda:

o campo é longe pra tua voz se dissipar em vaia.

E vaia é assim: palavrão esfarelado em palavrinha.

Ex.: vai tomar no cu! → u

.

O futebol é empresa pra quem você torce

o coração ao meio

e pinga sangue.

Mas é capitalismo duas caras:

uma olha pra hoje (o olho brilha em euro),

outra pro passado (quebrou, pagou).

.

O torcedor clama: um SAC, um Ombudsman,

uma Ouvidoriazinha que me ouça.

Um e-mail, ainda que em formulário.

Um atendente de telemarketing, ainda que mal-entendido.

.

Mas não.

Se vira, meu.

.

Na Democracia sem votos

dos times de futebol,

Presidente não te escuta

nem em ano

(de colégio)

eleitoral.

 

Anúncios